Braskem tem produção comprometida por conta de apagão

A Braskem informou por meio de comunicado interno que hoje (31), por volta de 20h, em razão do apagão na região do ABC, sua produção foi paralisada de forma segura e, automaticamente, foi acionado o sistema de segurança conhecido como “stack flare”, um mecanismo seguro para a queima de gases utilizado por indústrias químicas, petroquímicas e refinarias. “Ressaltamos que não temos eventos acidentes e que, em eventos de paralisação da operação, os alarmes são acionados e fazem parte do protocolo de segurança”.
A companhia informa ainda que nas próximas horas ainda poderá haver ruídos e luminosidade, no entanto, os processos mencionados não oferecem risco aos moradores do entorno da fábrica e seguem as normas internacionais de segurança.

Sobre o apagão

A Enel (responsável pela distribuição de energia no Estado de SP) informou na noite desta quinta-feira (31/01), por meio de nota divulgada em seu site (eneldistribiicaosp.com.br), que o apagão ocorrido na noite de ontem  foi decorrente de “um desarme nas subestações da ISA CTEEP (Companhia de Transmissão de Energia Elétrica Paulista), que afetou o fornecimento de São Paulo. No momento todos os clientes afetados já tiveram sua energia restabelecida. Equipes da CTEEP estão trabalhando para identificar o motivo da ocorrência”. Cerca de 1 milhão de clientes do ABC e Zona Leste da Capital ficaram sem energia.

Segundo atualização realização às 22h no site da enel, “O fornecimento de todos os clientes afetados já foi normalizado”.​ Mais informações podem ser obtidas pelo telefone: 0800 72 72 196. A ligação é gratuita.
Sobre a Enel
Desde maio, a Eletropaulo faz parte do Grupo Enel e agora passa a ser Enel Distribuição São Paulo. Presente em 34 países, a Enel é um dos principais players do mercado de energia e gás e atende mais de 71 milhões de usuários ao redor do mundo. 

Deixe uma resposta

WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: