Conselho de Cidadania debate a Cultura de São Caetano em evento inédito no SESC

O Comcipas (Conselho Municipal de Cidadania e Participação Social) reuniu os principais atores do universo cultural de São Caetano do Sul para debater a Cultura da cidade. Pela primeira vez, os titulares da Secretaria de Cultura, da Fundação das Artes e da Fundação Pró-Memória, além do SESC, participaram juntos de uma atividade do órgão. O evento foi realizado na noite segunda-feira (1/4), no SESC São Caetano.

O secretário municipal de Cultura, João Manoel da Costa Neto, fez um balanço com as principais realizações da pasta em 2018, como os blocos de Carnaval, Festa das Nações Esportivas, Encontro Anual de Carros Antigos, Encontro de Bandas e Fanfarras, Mostra de Dança Thoshie Kobayashi, Dia de Brincar, Fest Jovem, Virada Cultural Paulista, Feira de Artesanato Itinerante de Natal, Semana de Corais e Show de Natal.

A diretora da Fundação das Artes, Ana Paula Demambro, apresentou um relatório de gestão do biênio 2017/2018, destacando que a autarquia atendeu 1700 alunos em ações artístico-pedagógicas, como cursos técnicos e livres nas áreas de artes visuais, música, teatro e dança. Destacou ainda a reforma administrativa, a implantação de setores técnicos, a estruturação institucional, o programa de acesso, transparência e bolsas de estudos.

Uma das novidades da Fundação das Artes no período foi a implantação do novo curso técnico em dança e a reforma em obras de adequação do espaço aos padrões de acessibilidade física dos alunos e população. Ana Paula enalteceu o concerto de 50 anos da FASCS, realizado na Sala São Paulo, com parceria do SESC São Caetano; e apresentou a programação artístico-pedagógica para 2019.

O presidente da Fundação Pró-Memória, Charly Farid Cury, lembrou a missão e as ações da instituição, voltada à preservação, manutenção e divulgação do patrimônio local, nas áreas museológica, arquivística, documental, artística, editorial, de pesquisa histórica e preservação do patrimônio. Discorreu ainda sobre a história e o funcionamento dos espaços disponíveis, como Museu Histórico Municipal, Centro de Documentação Histórica, Pinacoteca Municipal, Espaço Cultural Casa de Vidro, Espaço do Forno e o Salão de Exposição Chico Mendes.

Charly apresentou o projeto editorial da instituição, responsável pela Revista Raízes e publicação de livros. Destacou os projetos Cidadão da História, Programa de Apoio a Pesquisa, Baú de Memórias, Encontro com a História, Arte como Apoio Terapêutico, Mais Arte e Raízes em Retrato.

Anfitriã do encontro, a gerente do SESC, Denise Lacroix, apresentou a história da unidade em São Caetano e as principais ações culturais desenvolvidas pela instituição, voltada também à educação, esporte e lazer.

Deixe uma resposta

WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: