Consórcio ABC articula força-tarefa para trazer centro de ferramentaria para a região

O objetivo é beneficiar toda a cadeia automobilística e de ferramentaria 
das sete cidades por meio do aumento da competitividade e gerar empregos.

O Consórcio Intermunicipal Grande ABC definiu nesta segunda-feira (1/7) encaminhamentos para trazer para a região um centro de pesquisa e desenvolvimento de ferramentaria, como parte do Rota 2030, programa automotivo brasileiro que prevê isenções para montadoras que investirem em tecnologia. A proposta é montar uma força-tarefa para que o projeto seja instalado no Grande ABC.
 
A iniciativa prevê a instalação de unidade onde devem ser criados projetos e produzidas ferramentas. O planejamento da entidade regional é fazer com que o centro para esse setor integre o futuro Polo Tecnológico do Grande ABC, que está sendo articulado pelo Consórcio ABC. O objetivo é beneficiar toda a cadeia automobilística e de ferramentaria das sete cidades por meio do aumento da competitividade, além de estimular a geração de empregos.
 
O Consórcio ABC pretende apresentar ainda neste mês o projeto para todos os atores que podem contribuir para a vinda do centro de ferramentaria para a região, incluindo empresas, associações, sindicatos, universidades e representantes políticos regionais.
 
Para receber o projeto, a Prefeitura de Santo André colocou à disposição um terreno de 30 mil metros quadrados na Avenida dos Estados, com facilidade para acesso às principais indústrias localizadas nas sete cidades. O local fará parte do o Parque Tecnológico de Santo André, que está sendo estruturado como parte do projeto do Polo Tecnológico do Grande ABC. Em fevereiro deste ano, o Consórcio ABC protocolou junto ao Ministério do Desenvolvimento Regional o projeto do Centro de Inovação, elaborado a partir de estudo contratado pela entidade regional, primeiro passo para viabilizar o Polo.
 
O secretário-executivo do Consórcio ABC, Edgard Brandão, afirmou que a articulação para trazer a unidade na região está agregando esforços para melhorar a competividade do Grande ABC. “O projeto está sendo pensado para ser instalado em uma localização estratégica, beneficiando todas as sete cidades. Por isso, estamos articulando esta iniciativa juntamente com o futuro Polo Tecnológico do Grande ABC, que está sendo estruturado para ter forte atuação no segmento de ferramentaria. Vamos fazer uma força-tarefa para que esse empreendimento venha para a nossa região”, disse Brandão.
 
Em maio deste ano, ao definir 11 polos de desenvolvimento econômico para incentivar o aumento da produtividade da indústria, o Governo do Estado incluiu o Grande ABC no polo Automotivo. O programa estadual dá força para o pleito regional do centro de ferramentaria, acrescentou Brandão.
 
A reunião também contou com a participação do secretário de Desenvolvimento e Geração de Emprego de Santo André, Evandro Banzato. Representaram ainda o Consórcio ABC os diretores Jurídico do Consórcio ABC, Eduardo Barros de Moura, Administrativo e Financeiro, Miguel Heredia, e de Programa e Projetos, Giovanni Rocco, o coordenador do Grupo de Trabalho (GT) Desenvolvimento Regional, Fernando Cunha, e a coordenadora de Programas e Projetos Lívia Rosseto.
 

Deixe uma resposta

WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: