Em São Bernardo, prefeito Orlando Morando autoriza revitalização em escola da Vila São Pedro

EMEB Profª Marineida Meneghelli de Lucca é a 28ª escola a ser incluída no plano de reformas; todas unidades escolares da rede municipal foram beneficiadas com R$ 30 mil cada por meio pelo projeto “Escola Linda”
A EMEB Profª Marineida Meneghelli de Lucca, na Vila São Pedro, acaba de ser incluída no plano de reformas desenvolvido pela Prefeitura de São Bernardo, sob a gestão do prefeito Orlando Morando. O chefe do Executivo esteve na unidade escolar, na manhã de hoje (12/08) para autorizar as obras, acompanhado pela secretária de Educação, Sílvia Donnini, do vereador Gordo da Adega, dos profissionais da Educação, alunos e comunidade.
 
“O ambiente escolar tem de ser bom tanto para quem estuda como para quem trabalha. Por isso, nossa gestão tem trabalhado intensamente para recuperar as escolas com os maiores problemas estruturais. Proporcionar um ambiente escolar saudável e confortável está entre as prioridades deste governo. E a escola é como a nossa casa, se não cuidarmos, as pequenas manutenções podem se transformar em grandes problemas”, afirmou o prefeito Orlando Morando.
Perto de completar 30 anos de existência, a EMEB conta com 975 alunos, do Ensino Fundamental (1º ao 5º ano) e do EJA (Educação Para Jovens e Adultos). Entre as intervenções a serem feitas estão a revisão geral do telhado, impermeabilização das calhas de concreto, além da recuperação de mais cinco salas de aula. Na revitalização serão investidos R$ 150 mil, com previsão de entrega para 120 dias.
 
Até o momento, 28 unidades escolares tiveram suas obras autorizadas. Até o fim do ano serão recuperadas 45 escolas municipais. Além disso, a atual gestão tem apoiado as demais unidades com o projeto Escola Linda. Criada em 2017, a iniciativa destinou mais de R$ 5 milhões em recursos destinados à zeladoria, manutenção e conservação das 208 escolas, que somam R$ 30 mil por unidade, por meio da APM (Associação de Pais e Mestres). Com esses recursos, esta EMEB recuperou parte do telhado e do portão principal.
A secretária de Educação, Sílvia Donnini, fez questão de enfatizar a importância do diálogo entre equipe escolar e a comunidade. “As escolas inseridas no plano de reformas foram escolhidas de acordo com critério técnico, a partir de vistoria feita pelo departamento de Manutenção da Pasta. É fundamental mantermos o diálogo para tratarmos de todas as questões referentes à escola. Desta forma, melhoraremos ainda mais o ambiente escolar e daremos uma escola mais bonita e confortável para nossas crianças”, disse.
 
ESCOLAS RECUPERADAS – Além da EMEB Profª Marineida Meneghelli de Lucca, mais 27 escolas foram incluídas no plano de revitalização. Confira as unidades: EMEBs Maria Adelaide (D.E.R), Waldemar Canciani (Parque Imigrantes), Gonçalves Dias (Taboão), Lorenzo Enrico Felice Lorenzetti (Jardim Jussara), Fiorente Elena (Paulicéia), Francisco Beltran Batistini “Paquito” (Alvarenga), José Luiz Jucá (Montanhão), Prefeito Aldino Pinotti (Jardim Farina), Alice do Lago Gonçalves Salvador (Vila São Pedro), Pedro Augusto Gomes Cardim (Assunção), Graciliano Ramos (Riacho Grande), Mariana Neves Interliche (Assunção), Benedito José de Moraes (Jardim Lavínia), Estudante Flamínio Araújo de Castro Rangel (Vila Marchi), Arlindo Miguel Teixeira (Alvarenga), Irmã Odete Maria Ramos Pinto (Vila São Pedro), Guilherme de Almeida (Jardim Lavínia), Olavo Bilac (Rudge Ramos), Viriato Correia (Rudge Ramos), Ondina Ignez de Oliveira (Jardim Cláudia), Antonio Pereira Coutinho (Jardim Laura), Paulo Teixeira de Camargo (Taboão), Leonardo Nunes (Vila Euclides), Angelo Ceroni (Jardim Petroni), Isidoro Batistin (Batistini), Marcelo Roberto Dias (Batistini) e Edson Danillo Dotto (Parque Selecta).

Deixe uma resposta

WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: