EMTU descarta linha de ônibus para campi da UFABC

Seis meses após anunciar que estudava a criação de linha intermunicipal cujo trajeto contemplasse os campi da UFABC (Universidade Federal do Grande ABC) em Santo André e São Bernardo, a EMTU (Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos) descartou a possibilidade. A linha substituiria o fretado que é contratado pela instituição de ensino superior e que hoje atende cerca de 4.500 alunos e funcionários. As discussões têm sido feitas em GT (Grupo de Trabalho) criado para encontrar solução para a questão, que há quase dez anos afeta a comunidade.

Enquanto isso, os estudantes sofrem com novas regras do transporte fretado, que tem capacidade para 44 passageiros sentados. Desde o início do ano, os alunos não podem viajar em pé e, dessa forma, precisam enfrentar filas para ter acesso ao serviço.

A EMTU descartou a sugestão de representantes dos alunos e da instituição de alteração no itinerário de seis linhas que já existem, em especial, a 432, que faz trajeto próximo ao que a comunidade universitária necessita. Como alternativa, a empresa recomendou a criação de circular municipal em São Bernardo que ligue o campus até as principais avenidas.

“É uma solução que não atende nossas necessidades. Cerca de 60% dos alunos moram em cidades da Região Metropolitana, 30% no Grande ABC, ou seja, a Linha 10-Turquesa é o principal meio de transporte para os alunos”, justificou o estudante de planejamento territorial, Clovis Girardi, 24 anos e integrante do GT.

Na tentativa de melhorar o diálogo entre as partes, o GT procurou os deputados da Assembleia Legislativa para que protocolassem requerimento solicitando que a EMTU explique porque a demanda não pode ser atendida. Dez parlamentares assinaram o documento na sexta-feira, entre eles Luiz Fernando (PT) e Teonílio Barba (PT), ambos da região. “Uma linha intermunicipal seria uma solução definitiva para todos. O valor que a UFABC gasta com esse serviço hoje poderia ser aplicado em outra área”, concluiu Girardi.

Em nota, a EMTU informou que os campi de Santo André e de São Bernardo são atendidos por 22 linhas e são interligados por serviços de fretamento contratados pela UFABC. “Os alunos e professores da unidade de Santo André podem utilizar as linhas do Corredor ABD (São Mateus – Jabaquara) que circulam nas proximidades da Avenida Antônio Cardoso.”

Deixe uma resposta

WhatsApp chat