Entregas de Hospital e UPA marcam reorganização do sistema de atendimento de Saúde em São Caetano

Saúde é prioridade. E a Prefeitura de São Caetano do Sul exerce esta condição com investimentos e inovações no setor. No sábado (16/3), reinaugurou o Hospital Municipal de Emergências Albert Sabin (Rua Aurélia, 101, Bairro Santa Paula) e inaugurou a UPA (Unidade de Pronto Atendimento) 24h Engenheiro Julio Marcucci Sobrinho, em prédio anexo. O evento contou com a presença de centenas de moradores e autoridades.

As entregas marcam a reestruturação do sistema de atendimento de urgência e emergência de São Caetano do Sul. No novo modelo, os portadores do Cid Card (e futuramente do Cartão São Caetano) deverão buscar atendimento no Hospital Albert Sabin. Os que não possuem o Cid Card serão atendidos na UPA.

O atendimento infantil (até 14 anos) permanecerá sendo realizado no Hospital Infantil Márcia Braido para quem tem o Cid Card. Quem não possui o cadastro será atendido na nova UPA.

O início dos atendimentos nas unidades, já neste novo modelo, será no sábado (23/3), às 7h. Com a reforma e a nova UPA, o número de leitos saltou de 18 para 38. O Sabin tem capacidade para realizar 10.000 atendimentos por mês, incluindo exames laboratoriais, radiografias, tomografias e ultrassonografias. Já a UPA tem capacidade para 10.000 atendimentos adultos por mês, além de outros 3.500 infantis – também incluindo exames laboratoriais.

Dentro da estratégia de saúde conectada de São Caetano do Sul estão inseridos o prontuário eletrônico e o plantão médico 24 horas de profissionais da FIDI (Fundação Instituto de Pesquisa e Estudo de Diagnóstico por Imagem) para sanar eventuais dúvidas sobre os laudos dos exames. A medida resultará em diagnósticos mais precisos.

Foram destinados R$ 6 milhões para as obras, sendo R$ 3 milhões da Prefeitura e a outra metade proveniente da USCS (Universidade Municipal de São Caetano do Sul).

HOMENAGENS

Julio Marcucci Sobrinho ingressou na Prefeitura de São Caetano do Sul em 1971. Foi diretor e secretário de Obras, e diretor do então DAE (hoje Saesa), entre outras funções. Profundo conhecedor das obras públicas do município, morreu em 2018, vítima de infarto.

No evento que marcou a inauguração da UPA que leva o seu nome, a sobrinha de Julio Marcucci, Sônia Toniel, recebeu flores da primeira-dama e presidente do Fundo Social de Solidariedade, Denise Auricchio.

A data ainda marcou a nomeação da área verde ao lado das unidades, que passa a se chamar Praça São Lucas, em homenagem ao patrono dos médicos. O padre Paulo Borges, da Igreja Matriz Sagrada Família, abençoou os presentes e os equipamentos públicos.

Deixe uma resposta

WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: