Festival do Cambuci de Paranapiacaba é opção de passeio no feriado da Páscoa

Para quem permanecer na região durante o feriado da Páscoa, uma boa opção de passeio é a Vila de Paranapiacaba, que realizará o 16º Festival do Cambuci. Nos três dias (19 a 21), das 10h às 17h, o evento contará com o concurso gastronômico, feira de produtos de Cambuci, a Rota do Cambuci, e a Feira de Artes e Antiguidades. Estão previstas ainda atrações culturais e oficinas. Além do festival, a vila oferece série de atrações como o circuito de museus que resgatam a história da vila e da ferrovia e trilhas em meio à Mata Atlântica. O destaque é o Museu Castelo, reaberto neste mês com nova exposição.

A programação do festival terá na sexta-feira (19) as apresentações de Lu Domingues, às 13h, e da Banda Janela, às 15h30, no Coreto do Clube União Lyra Serrano (ULS). No sábado (20), às 11h, na Padaria (Av. Schnoor, s/n), será realizado o concurso gastronômico com as receitas elaboradas pelos empreendedores locais com o fruto típico da Mata Atlântica. Em seguida, ao meio-dia, serão realizadas as Roda de Culturas Populares, com Ode Amorim, no Coreto do Clube ULS, que receberá às 15h, o músico Zé Terra. No domingo (21), ao meio-dia, haverá um cortejo com os Bonecões de Paranapiacaba, e às 15h, no Coreto do Clube ULS o professor Messias Beiço apresentará Capoeira Ritmo e Poesia. O festival prossegue nos dias 27 e 28 de abril, sempre das 10h às 17h.

Durante todos os dias do festival, das 10h às 17h, o púbico poderá conferir feira de produtos de Cambuci, no Antigo Mercado, a participação de representantes dos municípios que integram a Rota do Cambuci, no Galpão das Oficinas e da Feira de Artes e Antiguidades no Clube União Lyra-Serrano.

Outras atrações – Além do festival, quem for à vila no fim de semana prolongado do feriado de Páscoa poderá conferir as atrações históricas e naturais. O destaque fica para o Museu Castelo, reaberto neste mês após revitalização. A novidade são os espaços temáticos e ambientados, que resgatam a história da vila e da ferrovia, como por exemplo, salas de projetos, de jantar, quarto do engenheiro, sala de tecnologia e de esportes (com referência ao campo de futebol e aos clubes da Vila). As visitas guiadas têm o custo de R$ 3.

Outras atrações são a Casa da Família Ferroviária, que reconstitui uma casa da década de 1930, localizada na avenida Fox, 438 (ingresso R$ 3, com visita guiada); e o Museu Funicular, que abriga acervo sobre a história da ferrovia (acesso pela passarela). Ingressos a R$ 5.

Para quem prefere um maior contato com a natureza, a opção é a Rota da Madeira, com 34 km, com partida e chegada no Locobreque, pode ser percorrida a pé ou de bicicleta. Já as trilhas no Parque Natural Municipal Nascentes de Paranapiacaba podem ser feitas com acompanhamento de monitores credenciados. A partir de R$ 25 por pessoa. Atendimento no Centro de Visitantes, na rua Direita, s/n.

Deixe uma resposta

WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: