Fiscalização Ambiental paralisa obra irregular

A partir de denúncia anônima, agentes fiscais da Secretaria de Meio Ambiente de Diadema (Sema) flagraram, ontem, 26/6, por volta das 14 horas, na avenida Chico Mendes, em Eldorado, uma obra irregular de canalização de afluente do Córrego Grota Funda. Após a paralisação imediata do serviço, a fiscalização conduziu o responsável pela obra à DICMA (Delegacia de Crimes Contra o Meio Ambiente), onde foi registrada a ocorrência.


No local, uma vez constatada a falta de licenciamento dos órgãos ambientais, o morador recebeu uma “Advertência Ambiental” e ordem para suspensão imediata da obra, inclusive removendo máquina retroescavadeira da área. Além dos fiscais ambientais, a operação contou com técnicos da Secretaria Municipal de Habitação e Desenvolvimento Urbano e apoio da GCM (Guarda Civil de Diadema.)


“Como aquele imóvel está localizado em APRM – Área de Proteção e Recuperação de Mananciais, nossa fiscalização explicou ao morador que é proibido fazer intervenções de movimentação de terra e canalização de córrego, sem o devido licenciamento dos órgãos competentes”, explicou José Vieira, assistente da Sema. Visando o atendimento ao público em geral, a Secretaria de Meio Ambiente de Diadema se coloca à disposição dos interessados para prestar esclarecimentos e orientações no sentido de evitar esse tipo de agressão contra o meio ambiente e, consequentemente, as penalidades.


Guarda Ambiental
Visando combater agressões ao meio ambiente, a Prefeitura de Diadema está criando a Guarda Ambiental. A nova corporação vai auxiliar ações das secretarias municipais com o objetivo de prevenir e inibir crimes ambientais. A cidade de Diadema tem um área de 30,6 Km², sendo que 6 Km² constituem área da represa, totalizando aproximadamente 22% do território em área de manancial.
 

Deixe uma resposta

WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: