Governo Federal deve enviar verba para o ABC

O Governo Federal abriu diálogo com as prefeituras do Grande ABC para destravar projetos de mobilidade urbana importantes para região. Nesta quarta-feira (5/6), o secretário nacional de Mobilidade Urbana, Jean Carlos Pejo, que faz parte do Ministério do Desenvolvimento Regional, passou o dia no Consórcio Intermunicipal Grande ABC, onde teve conhecimento das ações regionais para área nas sete cidades e realizou diálogo com os municípios sobre as possibilidades de encaminhamento de verba da União para as cidades.

O representante do ministério foi recebido pelo secretário-executivo da entidade regional, Edgard Brandão, representando o presidente do Consórcio ABC e prefeito de Santo André, Paulo Serra, que não pôde comparecer porque cumpriu agenda oficial em Brasília.

Durante a manhã, o Grupo de Trabalho (GT) Mobilidade Urbana apresentou os projetos regionais para o integrante do Governo Federal, como o Plano Regional de Mobilidade – que prevê a reorganização das redes municipais e metropolitanas de transporte coletivo, intervenções físicas em obras de ampliação da infraestrutura viária e medidas operacionais de gestão da circulação -, a linha 18-Bronze do Metrô e o Centro de Controle de Operações do Grande ABC (CCO Regional).

Pejo ainda visitou os viadutos Castelo Branco e Antonio Adib Chammas, ambos em Santo André, que devem receber obras de ampliação com recursos do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). A agenda foi acompanhada pelo vice-prefeito da cidade, Luiz Zacarias. 

Durante a tarde, o secretário nacional de Mobilidade Urbana atendeu, individualmente, representantes dos demais municípios da região, como os prefeitos de Ribeirão Pires, Adler Teixeira-Kiko, de Rio Grande da Serra, Gabriel Maranhão, de Diadema, Lauro Michels, o secretário de Transportes de São Bernardo do Campo, Delson José Amador, o chefe de Gabinete da Prefeitura de São Caetano do Sul, Bruno Vassari, e técnicos da secretaria de Transportes de Mauá. Cada cidade apresentou suas principais demandas e projetos que estão em fase mais adiantadas para receber investimento federal.

“Vocês atingiram aqui no Consórcio ABC nível de maturidade técnica que é difícil de encontrar no Brasil. O sucesso de um projeto piloto regional para a área de mobilidade urbana no Grande ABC pode virar referência para o todo o país”, afirmou o secretário nacional. “Vários projetos que estavam paralisados anteriormente, por falta de recursos, estaremos retomando dentro do programa Avançar Cidades. Já os que estavam em andamento, terão continuidade dentro da capacidade de execução do Orçamento Geral da União (OGU)”, completou.

O secretário-executivo do Consórcio ABC, Edgard Brandão, destacou a articulação regional para obtenção de recursos junto ao Governo Federal. “O secretário nacional Jean Carlos Tejo reconheceu o protagonismo dessa integração que temos aqui no Grande ABC e veio conhecer de perto nosso trabalho. Isso é muito importante, porque abre canal direto com a União para destravarmos projetos de mobilidade urbana que beneficiarão as sete cidades”, afirmou.

Deixe uma resposta

WhatsApp chat