Guarda Ambiental de São Bernardo consolida ações pela preservação

A Guarda Civil Municipal Ambiental de São Bernardo completou ontem (28/03) uma década de existência, voltada à preservação do meio ambiente e proteção animal. O efetivo de 38 agentes fica alocado em uma inspetoria no Riacho Grande, atuando diretamente em áreas de mananciais.

A partir de 2017, com a atual gestão da Prefeitura,  um novo plano foi estabelecido em prol da preservação na cidade. A Guarda Ambiental estabelece ações que resultam em ocorrências relacionadas aos crimes ambientais, com intuito de prevenir e inibir crimes ambientais, já que a cidade tem mais de 50% de seu território em áreas mananciais.

Guarda em sua jornada levando segurança. (Foto: Reprodução/ Omar Matsumoto)

Em 2018, a Guarda Ambiental resgatou 1.700 animais de muitas espécies, em sua maioria pássaros que costumam ser trancafiados ou vendidos irregularmente. Essas ocorrências foram bem-sucedidas graças às denúncias e rondas ostensivas. Todos os animais resgatados são examinados por veterinários e biólogos do Zoológico do Parque Estoril, para depois serem devolvidos ao seu habitat natural.

MEDIDAS IMPORTANTES – A Prefeitura trabalha diariamente para coibir pesca e caça ilegal, combater às ocupações irregulares em áreas de manancial e entorno, assim como preservar a qualidade da água em todo o manancial. Em 2017, o prefeito Orlando Morando, assinou o Decreto Municipal nº 19.965/2017, no qual a Prefeitura e o Ministério Público (MP) alinharam esforços para impedir a construção de novas moradias irregulares na região da Pós-Balsa, a fim de proteger a Represa Billings.

Deixe uma resposta

WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: