Lula e Temer podem ajudar Cunha

Da redação

Brasil, BrasÌlia, DF. 07/06/2010. (e/d) O presidente Luiz In·cio Lula da Silva, o presidente da C‚mara dos Deputados, Michel Temer, e o ministro da Agricultura, Pecu·ria e Abastecimento, Wagner Rossi, durante a solenidade de lanÁamento do Plano AgrÌcola e Pecu·rio 2010/2011, na sede da Embrapa em BrasÌlia. - CrÈdito:CELSO JUNIOR/ESTAD√O CONTE⁄DO/AE/Codigo imagem:64810

Sérgio Moro, responsável pelas ações da Lava Jato na primeira instância, aceitou o pedido da defesa do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ) para que o presidente Michel Temer e o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva sejam testemunhas do ex-parlamentar.

Moro ressaltou no despacho que Temer pode optar por ser ouvido em audiência ou responder às questões do tribunal por escrito, conforme prevê o Código Processual Penal.

Já o ex-presidente Lula deve ser ouvido na Justiça Federal de São Bernardo do Campo, em São Paulo, onde mora. Moro colocou prazo de 30 dias e que preferencialmente o depoimento seja feito por videoconferência.

Lula e Temer integram uma lista de 15 pessoas que vão depor a pedido dos advogados do ex-parlamentar. o pecuarista José Carlos Bumlai, o ex-senador Delcídio do Amaral, o ex-diretor da Petrobras Nestor Cerveró, e o lobista Hamylton Padilha também serão ouvidos

As testemunhas de acusação indicadas pelo Ministério Público Federal que serão ouvidas na ação penal contra Cunha são o ex-gerente da Petrobras Eduardo Musa e o auditor da estatal Rafael de Castro Silva.

*As informações são da Agência Brasil

Deixe uma resposta

WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: