Moeda Verde chega ao Sítio dos Vianas para beneficiar mais de 8,3 mil pessoas

O programa Moeda Verde, realizado pela Prefeitura de Santo André e pelo Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André), entrou em sua terceira fase de expansão. A comunidade do Sítio dos Vianas passa a ser a oitava da cidade a receber as ações quinzenais que trocam resíduos recicláveis por alimentos hortifrúti, beneficiando mais de 8,3 mil pessoas direta e indiretamente. Nesta quinta-feira (25), o prefeito Paulo Serra acompanha a implantação do programa nos núcleos Cruzado I e II, no Jardim Santo André.

Durante a primeira ação do programa no Sítio dos Vianas, o destaque ficou por conta da participação de dezenas de alunos da Emeief (Escola Municipal de Educação Infantil e Ensino Fundamental) Cândido Portinari que, como forma de mobilizar e conscientizar a população local, levaram recicláveis para trocar.

As crianças assistiram a uma contação de história, oferecida pela equipe de educação ambiental do Semasa, que teve como objetivo sensibilizá-las sobre a importância da preservação do meio ambiente e do descarte correto do lixo. Em seguida, com muita animação, os alunos trocaram garrafas PET por 1 kg de frutas e legumes oferecidos pelo Moeda Verde para levar para suas famílias.

Os moradores da comunidade trocaram, neste primeiro dia, 252,4 kg de lixo reciclável por 50 kg de laranja, abobrinha, berinjela, batata-doce e carambola. As trocas, que tiveram início nesta quarta-feira, às 10h, passarão a ocorrer sempre às sextas-feiras, às 14h, a partir de maio. O ponto de encontro é a praça Maria Mariano – próximo à rua das Minas.

Até o final do ano, o Moeda Verde vai chegar a outras sete comunidades da cidade, ampliando a abrangência do programa e beneficiando, direta e indiretamente, cerca de 78% dos residentes de núcleos e assentamentos de Santo André. Nos núcleos Cruzado I e II (Jardim Santo André), a primeira troca será feita nesta quinta-feira, às 11h, no cruzamento da rua Gamboa com a rua Descampado.

Em quase um ano e meio, a população participante dos núcleos em que o Moeda Verde está presente já encaminhou mais de 86 toneladas de lixo para a reciclagem. Em troca, já foram doadas mais de 17 toneladas de frutas, verduras e legumes. Vale lembrar que a cada 5 kg de material reciclado, o munícipe recebe 1 kg de alimento hortifrúti.

O material recebido nas trocas do Moeda Verde é encaminhado às cooperativas de reciclagem parceiras do Semasa. Os alimentos doados aos moradores são adquiridos por meio do Banco de Alimentos e também dos produtores rurais urbanos de Santo André, que fornecem todas as hortaliças distribuídas, gerando riqueza para a cidade no formato de economia circular.

Deixe uma resposta

WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: