Palmeiras vence com falha absurda do Sampaio Corrêa

A vitória por 1 a 0 sobre o Sampaio Corrêa ontem, pela Copa do Brasil, não contou com uma boa atuação do Palmeiras. Com uma equipe quase totalmente reserva, à exceção de Felipe Melo, o alviverde ficou longe de repetir o grande desempenho das últimas semanas.

A estratégia de poupar titulares para suportar bem todas as competições do calendário foi vista internamente como uma das chaves para a conquista do Brasileirão do ano passado. Não somente por deixar os jogadores sempre descansados, mas também por aproveitar ao máximo um elenco caro e manter os atletas motivados. Neste ano, porém, as atuações do suposto “time B” não têm enchido os olhos como em 2018.

Com apenas Felipe Melo mantido como titular, o Palmeiras teve dificuldade para controlar a partida. Lento no ataque, o Verdão ficou preso na boa marcação do Sampaio Corrêa e irritou Felipão no banco de reservas. Sem ser sufocado, o time da casa se soltou gradativamente. Salatiel, em saída errada de Fernando Prass, quase abriu o placar de cabeça, aos 31 minutos. O Verdão só assustou em seguida em um lance de bola parada, aos 36. Hyoran cobrou falta, Andrey voou para desviar, e a bola bateu na trave.

Felipão colocou Deyverson no lugar de Arthur Cabral, mas foi o Sampaio Corrêa que voltou mais ofensivo depois do intervalo. Aos três minutos, Prass fez ótima defesa em chute de Cleitinho. Aos 17, o goleiro errou em uma saída de bola, mas conseguiu defender a finalização de Salatiel na área. A dificuldade do Palmeiras para atacar fez Luiz Felipe Scolari apostar na entrada de Dudu na vaga de Hyoran. E de nada adiantou. Com Lucas Lima pouco participativo na armação, o Palmeiras continuou preso na marcação e não assustou. Quando o jogo parecia decidido, o Verdão chegou ao gol, aos 46 minutos. Moisés cobrou falta de longe, o goleiro Andrey tentou segurar e colocou a bola para dentro, dando a vitória aos paulistas.

Deixe uma resposta

WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: