Prefeitura de São Bernardo desenvolve ações na área de aprendizagem criativa

Em duas ações simultâneas, a cidade de São Bernardo estimula atividades de aprendizagem criativa. Nesta semana, o município recebeu a visita de dois pesquisadores do MIT Media Lab (Laboratório de Mídias do Instituto de Tecnologia de Massachusetts, nos Estados Unidos) e também enviou seis professoras à 1ª Conferência Brasileira de Aprendizagem Criativa, em Curitiba, no Paraná.

Carmelo Presicce é doutorando e especializado no desenho de cursos para educadores enquanto Jaleesa Trapp é estudante de pós-graduação na universidade norte-americana. Ambos vieram até São Bernardo para conhecer os programas desenvolvidos nas EMEBs Dr. Vicente Zammite Mammana, Viriato Correia, Profª Sylvia Marilena F. Zanetti, Profª Neusa Macellaro Callado Moraes, Profª Jandira Maria Casonato e José Luiz Jucá, além da EMEBE Rolando Ramaciotti.

Nessas escolas são realizados projetos com mão na massa, envolvendo programação e construção no mundo físico de brinquedos e projetos diversos, tanto nos laboratórios de informática como na sala de aula para apoio às disciplinas.

Já o encontro da capital paranaense termina nesta sexta-feira (28) e reúne gestores, educadores, pesquisadores, empreendedores e desenvolvedores interessados na adoção da aprendizagem criativa em escolas e espaços de educação não formal de todo Brasil. Carmelo e Jaleesa estão na programação de palestrantes.

IMPACTO – Desde janeiro de 2017, São Bernardo passou a oferecer estímulos ao ensino criativo e forneceu apoio aos projetos desenvolvidos pela rede.

Além da aprendizagem criativa, o Programa Educar Mais também oferece aos estudantes diversas possibilidades de aprendizagem, pois além das disciplinas da Base Nacional Comum são ofertadas atividades complementares para enriquecimento curricular.

Elas são organizadas pela escola conforme as necessidades de aprendizagens dos alunos e podem ser de diferentes campos do conhecimento, como, por exemplo: educação ambiental, linguagens artísticas, jogos de tabuleiro, grupos de estudos, iniciação científica, cultura do movimento, entre outras.  Além disso, todos os alunos do Ensino Fundamental têm em sua grade curricular as aulas de inglês. As atividades complementares e as disciplinas da Base Comum acontecem tanto no período da manhã como no da tarde, compondo um currículo integrado.

ELOGIOS – Durante a visita realizada às unidades escolares do município, tanto Carmelo quanto Jaleesa mostraram-se interessados e destacaram pontos positivos dos programas de aprendizagem criativa de São Bernardo.

Entre as ferramentas utilizadas pelos alunos – principalmente pelos alunos do 1º ao 5º ano do Ensino Fundamental e também pelos alunos da Educação Especial – estão materiais recicláveis, lego, robótica e o Scratch, linguagem de programação em blocos desenvolvida pelo MIT criado especialmente para crianças, permitindo a criação de animações, histórias interativas ou jogos em navegador.

ENCONTRO – Entre os principais palestrantes da 1ª Conferência Brasileira de Aprendizagem Criativa estão Leo Burd, brasileiro radicado nos Estados Unidos e pesquisador do MIT e a professora Veronica Gomes dos Santos, que é encarregada da Seção de Tecnologias na Secretaria de Educação de São Bernardo.

WhatsApp chat