Prefeitura de São Bernardo reforça atendimento aos moradores afetados pelas chuvas

Comprometida em oferecer toda assistência necessária aos moradores prejudicados pela chuva intensa ocorrida no último domingo (10/03), a Prefeitura de São Bernardo segue com uma grande estrutura na Subprefeitura do bairro Rudge Ramos (Rua Jacquey, 61) para disponibilizar, em um único local, todas as 14 medidas de suporte às vítimas da tempestade anunciadas pelo prefeito Orlando Morando nesta segunda-feira (11/03).

Em dois dias de força-tarefa, foi registrada a doação de mais de 6.500 itens de alimentos e limpeza, cerca de 2.000 peças de vestuário e roupas de cama e banho, 710 colchões, além da formalização de 251 requerimentos para isenção do Imposto Predial Territorial Urbano (IPTU) e disponibilização de 350 cartões de vale-alimentação e outros 250 cartões com 30 viagens gratuitas no transporte público por 15 dias.

Além disso, cerca de 320 famílias se cadastraram para receber a isenção do valor excedente da média de consumo de água fornecida pela Companhia de Saneamento Básico do Estado de São Paulo (Sabesp). Outras 42 famílias foram inseridas no programa de Bolsa-Aluguel e 120 moradores receberam atendimentos com informações sobre combate de doenças realizados pela Zoonoses,

Depois do término da drenagem da água acumulada nas vias da Vila Vivaldi, uma das áreas mais afetadas pelas enchentes, a Prefeitura despendeu um grande efetivo de funcionários para realizar a limpeza no bairro. Diversos equipamentos da secretaria de Serviços Urbanos e da empresa que faz a limpeza urbana na cidade foram deslocados para o local. Mais de 100 profissionais foram destacados para colaborar no recolhimento dos materiais descartados pelos moradores e roçar o mato.

Devido ao grande acumulo de lama, foi preciso fazer uma raspagem no asfalto antes de iniciar o processo de lavagem, concluído por 11 caminhões-pipa. A expectativa é finalizar a limpeza até sexta-feira. No total, foram recolhidos 384 toneladas de resíduos da noite da última terça-feira (12/03) até às 17h desta quarta-feira (13/03). A partir das 18h, outra equipe assumirá o terceiro turno de limpeza e coleta na Vila Vivaldi.A Defesa Civil manteve interdições, 110 imóveis no total, que sofreram com deslocamento de terra nos seguintes bairros: Parque São Bernardo, Vila São José, Vila São Pedro, Montanhão, Alves Dias, Parque Estoril e Ferrazópolis. No total, a cidade está com 135 moradias interditadas. Os demais bairros atingidos pelas chuvas são: Demarchi, Vila Esperança, Jesus de Nazareth, Areião, Jardim Santo Inácio, Taboão, Jardim Jussara, Jardim Telma, Golden Park, Pedreira, Grotão, Nova Baeta e Batistini. Os munícipes foram encaminhados para atendimento pela SAS na subprefeitura do Rudge Ramos.

Para orientar à população sobre os principais sintomas e cuidados em relação às doenças infectocontagiosas, provocadas pela enchente, a Prefeitura realiza, por meio dos 565 Agentes Comunitários de Saúde (ACS), vistorias casa a casa. Os profissionais estão orientando os moradores e checando a caderneta de vacinação. As pessoas que apresentam falhas na caderneta ou que foram expostas a água contaminada são direcionados às Unidades Básicas de Saúde (UBS) para tomar a vacina contra o tétano e a hepatite.

Para tomar as doses, basta ir até uma das 34 UBS e apresentar a caderneta de vacinação e um documento com foto. Crianças e adolescentes devem estar acompanhados por pais ou responsáveis. O horário de funcionamento é das 8h às 17h. O departamento de Vigilância Sanitária, por meio do Centro de Controle de Zoonoses, também direcionou os Agentes de Controle de Endemias (ACE), para as regiões mais afetadas. Os profissionais estão instruindo os moradores sobre como eliminar as bactérias.

Deixe uma resposta

WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: