Salas interditadas desde temporal em Diadema

Pais de alunos e professores da Escola Municipal Zilda Gomes dos Reis Almeida, localizada na Rua Amélia,100, no Jardim Bela Vista, em Diadema, denunciam a situação de descaso com a qual são obrigados a conviver desde março, quando o temporal dos dias 10 e 11 provocou estragos no prédio já antigo e problemático. Desde então, duas salas de aula estão interditadas devido a problemas no telhado e estudantes fazem atividades em locais improvisados.

Segundo funcionários da unidade de ensino, o temporal que provocou dez mortes e inúmeros transtornos no Grande ABC só agravou situação observada há anos.

Após a interdição dos dois espaços, a alternativa encontrada para atender às crianças que têm entre 7 e 8 anos foi adaptar a biblioteca e a sala da educação integral, que, segundo os docentes, não são adequadas para os alunos.

Diante do considerado descaso, pais e funcionários foram às redes sociais protestar contra a situação e expor o problema numa tentativa de chamar a atenção das autoridades locais.

A Prefeitura de Diadema tenta contratar empresa para realizar as obras no telhado da unidade de ensino. No entanto, licitação aberta para tal finalidade foi considerada fracassada. A administração Lauro Michels (PV) afirmou, por meio de nota, que as intervenções ainda não foram realizadas por causa da falta da documentação necessária para dar andamento ao processo.

Nova tentativa de certame foi iniciada e tem previsão de ser concluída em junho. A Prefeitura promete que a reforma no telhado será realizada após a emissão da ordem de serviço e a empresa contratada terá prazo de 60 dias para concluir a obra.

Um comentário em “Salas interditadas desde temporal em Diadema

Deixe uma resposta

WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: