Santo André: cidade exemplo do PT para governar Brasil, hoje é a cidade com maior dívida do país

Com 716.109 habitantes e R$ 1.711.568.685,23 (R$ 1,7 bilhão) em dívida de precatórios, a cidade de Santo André figura o ranking entre as cidades mais endividadas do Brasil. Dívida esta que teve início no governo Celso Daniel (1989-1993 e 1997-2002).

Segundo o prefeito de Santo André, Paulo Serra (PSDB), o início de cada precatório varia dependendo do caso. “Não é possível apontar uma única gestão como responsável por toda a dívida. Mas entre os passivos mais significativos está de fato o relativo à desapropriação do núcleo residencial Guaratinguetá, ocorrido na gestão Celso Daniel (PT)”.

Para se ter uma ideia a prefeitura pagou, somente no ano passado, em média R$ 10.087.307,07 (R$ 10 milhões) por mês em precatórios.  Ainda assim o prefeito enfrenta sérios problemas com o pagamento de seus fornecedores, em decorrência deste débito.

Santo André é a cidade que proporcionalmente mais paga precatórios do país. Mensalmente a administração municipal paga 6% de sua receita corrente líquida ao departamento responsável pelos precatórios, no Tribunal de Justiça de São Paulo. “Com diversas medidas de choque de gestão e responsabilidade fiscal, estamos conseguindo gerenciar esta dívida significativa, herdada de gestões anteriores, sem prejudicar o funcionamento dos serviços públicos e os investimentos que tanto o município precisa”, afirma Serra.

Em termos comparativos, o estado de Pernambuco – terra do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, com 9.496.294 de habitantes, tem uma dívida de R$ 620.505.721,65. Ou seja, o estado deve aproximadamente 1 bilhão de reais a menos do que o município de Santo André.

WhatsApp chat