São Paulo registra recorde de suficiência energética em 2017

O estado produziu 59,3% da energia consumida no Estado

 

O Balanço Energético do Estado de São Paulo referente a 2017, mostra que a dependência de insumos energéticos externos é da ordem de 40,7%, cuja produção no Estado atingiu quase 60% do consumo. Nesse período São Paulo fortaleceu a produção dos diversos tipos de energéticos, o que colabora para a segurança do setor de energia estadual. Em 2008 a suficiência energética era de 41,3 milhões tonelada de óleo equivalente (toe), equivalente a 55,1%, passando para 44,8 milhões de toe em 2017.

A produção de energias renováveis que em 2016 representaram 60,8% do consumo, agora tiveram uma redução de 2,1%, passando de 45,9 mil toe para 44,9 mil toe.

Em 2017, enquanto a produção de energia elétrica no estado de São Paulo foi de 74,9 mil GWh, o consumo final atingiu 148,3 mil GWh, fazendo com que o estado importasse 73,4 mil GWh no período. Em termos comparativos, essa relação em 2008 era de 81,4 mil GWh de produção para um consumo de 135,4 GWh, ou seja, era obrigado a importar 54 mil GWh por ano.

Entre 2008 e 2017, a produção de gás natural no período avançou 17 vezes, o consumo de eletricidade apresentou um aumento de 9,5%, e a oferta de etanol cresceu 9,6%.

WhatsApp chat
%d blogueiros gostam disto: