Vila Gilda recebe melhorias no sistema de drenagem

O Semasa (Serviço Municipal de Saneamento Ambiental de Santo André) iniciou esta semana a construção de novas galerias para melhorar o escoamento de águas pluviais na Vila Gilda. As intervenções, que são realizadas na rua Avanhandava, vão beneficiar ainda moradores de várias vias do entorno, como Carlos Magno, Rui Barbosa, Kugler, Asteca, Caminho do Pilar, Rui Barbosa e Airó, além da avenida Pereira Barreto.
 
As obras na Vila Gilda fazem parte do programa constante do Semasa de melhorias no sistema de drenagem da cidade. Na Avanhandava, a nova rede terá 154 metros de comprimento, com tubulações de 600 mm de diâmetro. O projeto ainda contempla a implantação de mais 34 metros de tubos com diâmetro de 500 mm, para os ramais que captarão as águas através das bocas de lobo.
Com a ampliação da rede de águas pluviais e a implantação de bocas de lobo na Avanhandava, o Semasa pretende que a velocidade das águas durante as chuvas seja menor nas vias do bairro, evitando ainda pontos de acúmulo de água no local mais baixo da região, que fica na rua Airó.
 
As intervenções vão custar R$ 600 mil e serão entregues até o final de abril.
 
Manutenção
Esta semana, o Semasa também deu início a uma importante obra de manutenção na foz do córrego Cemitério, junto ao rio Tamanduateí.  As equipes do Semasa estão trabalhando entre a agência dos Correios e a empresa Rhodia Solvay, na avenida dos Estados.
A intervenção ainda é uma decorrência das fortes chuvas de 23 de novembro de 2018, quando município registrou 94 milímetros de precipitação em cerca de uma hora. Na ocasião, entre outros danos, a tempestade causou o desmoronamento de parte da estrutura das paredes do canal, na foz do córrego.
 
O trecho, de aproximadamente 40 metros de extensão, está sendo reconstruído agora pelo Semasa e deve ficar pronto também até o final de abril, ao custo de R$ 310 mil.
 
A obra é de extrema importância para o sistema de drenagem da cidade, pois vai evitar uma possível obstrução do córrego, o que, em caso de chuvas muito fortes, pode provocar alagamentos mais severos na região central.

Deixe uma resposta

WhatsApp chat